Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Trabalhos técnicos apresentam em congresso iniciativas da Corsan

Publicação:

Trabalhos técnicos apresentam em congresso iniciativas da Corsan
Trabalhos técnicos apresentam em congresso iniciativas da Corsan

Três trabalhos técnicos desenvolvidos por funcionários da Corsan foram apresentados no 30º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. O evento ocorreu de domingo (16) a quarta-feira (19), em Natal/RN.

A parceria público-privada que visa universalizar o esgotamento sanitário na Região Metropolitana de Porto Alegre foi o tema abordado pela assessora da Presidência Alessandra Fagundes dos Santos. Ela enfocou a estrutura e a modelagem da PPP do Saneamento. Concebido na modalidade de concessão administrativa, o projeto beneficiará nove municípios, tendo como escopo a concessão da operação dos serviços de coleta e tratamento de esgoto pelo prazo de 35 anos, incluindo a complementação das obras de infraestrutura necessárias para se atingir a meta de 87,3% de cobertura em até 11 anos.

Santos detalhou o mecanismo de pagamento do parceiro privado e o sistema de mensuração de desempenho, no qual a relação ganha-ganha se potencializa. “O modelo da PPP foi concebido a partir da premissa de manutenção do protagonismo da gestão pública na prestação dos serviços de saneamento, estabelecendo na modelagem a combinação de medidas que resultem em maior capacidade de investimento em menor tempo, novos mecanismos de governança em contrato e ganhos na eficiência da gestão dos serviços”, destacou. Afirmou ainda que o projeto tem o papel de contribuir na manutenção dos contratos de programa com os municípios. Além de Santos, elaboraram o artigo aprovado para o congresso os engenheiros Juliano Nugent da Silva e Luiz Carlos Klüsener Filho.

O mesmo trio de autores teve outro trabalho selecionado para o evento, tratando do projeto Jovens Embaixadores do Saneamento, uma iniciativa de educação ambiental realizada no sítio Quinta da Estância, em Viamão. O artigo trouxe uma avaliação sobre a efetividade do programa na redução do consumo mensal de água em residências. O projeto já formou 10.059 crianças sobre o consumo consciente de água e a importância de todos para o correto funcionamento de um sistema de esgotamento sanitário.

Para a construção da análise, foram comparados o volume consumido nas casas das crianças em relação às próprias residências antes e depois do evento e em comparação com as médias da Corsan e do município onde estão localizadas. O trabalho foi apresentado por Juliano Nugent da Silva (foto), que falou sobre a relevância social da iniciativa. “Além do trabalho com os alunos, o programa também objetiva que a criança dissemine o aprendizado para o seu círculo familiar”, salientou.

Apresentado na forma de pôster, o terceiro artigo versa sobre a experiência da Companhia na elaboração de Planos de Segurança das Águas, documento que identifica e prioriza riscos que possam surgir em um sistema de abastecimento. Inicialmente, a Corsan priorizou elaborar os planos para 18 municípios, optando por desenvolvê-los por meio da contratação de empresa de consultoria. O artigo mostra os procedimentos adotados para a contratação, bem como as primeiras impressões da experiência. Trata-se de uma iniciativa inédita entre companhias de saneamento, que normalmente utilizam pessoal próprio para o desenvolvimento de tais planos. “A Corsan escolheu contratar equipe externa devido à complexidade, ao volume de trabalho e ao material humano que deveria ser alocado para a missão”, disse Luiz Carlos Klüsener Filho, que assina o artigo junto com os também engenheiros Gerson Cavassola e Fernando José Medaglia. Klüsener Filho acompanhou a exibição do pôster, explicando o trabalho ao público do evento. Os três trabalhos técnicos foram também apresentados no estande da Corsan, instalado na Feira Internacional de Tecnologias de Saneamento Ambiental (Fitabes).

Atendimento Online
CORSAN